Case: Aumento da produtividade na obra com elevador social

27 Sep 2017

 

“A produtividade brasileira é menos culpa do operário e mais do gestor, que não cria as condições favoráveis para fazer com que sua equipe renda o que pode render”.

Ubiraci Espinelli, em entrevista concedida ao portal Construção Mercado do grupo Pini.

 

 

Tá bom, Camila, e você acha que é  fácil gerenciar a equipe toda?

 

Sim, lidar com pessoas não é algo nada fácil. Os gostos são diferentes, experiências, culturas, temperamentos... Mas várias pesquisas (veja algumas no final da página) mostram que tratá-las bem já é um ótimo começo para o caminho da colaboração.

 

Desde o início do desenvolvimento dos nossos elevadores, pensávamos em sua utilização durante a obra. Os benefícios, para nós, eram muito claros: cansar menos a equipe para que ela se sinta mais disposta para executar o trabalho solicitado.

 

Mas descobrimos que nem tudo são flores...

 

Na prática, vimos que alguns dos nossos clientes enfrentavam uma barreira maior: medo de riscar e estragar o elevador antes da entrega.  Funcionário descuidado/cansado + objetos pontiagudos são duas coisas que não combinam muito bem.

 

No entanto, não desistimos da nossa ideia!

 

Pouco tempo depois de perceber isso, estávamos com uma nova proposta: instalar botoeiras e subtetos provisórios e proteções mais reforçadas nos inox. Propomos isso para o nosso próximo cliente a instalar o elevador na época, a Edificare. A resposta veio imediatamente e com entusiasmo: "sem dúvida, é interessante para nós"!

 

O resultado?

 

Após instalado o elevador, o cliente tinha:

 

- 2 meios de transporte verticais (elevador de carga e social), o que aumenta bastante a velocidade do transporte de materiais. Nesse caso, os elevadores sociais foram utilizados para transportar, por exemplo, pisos e latas de tinta, sempre respeitando o limite máximo de peso da cabine.

 

- Ganhos em deslocamento após a retirada do elevador de carga.

 

Qual o cuidado especial que tomamos?

 

Para garantir que o elevador funcione perfeitamente durante e depois da obra ser entregue, revisamos o nosso projeto mecânico com o auxílio de um profissional com mais de 20 anos de experiência na projeção de elevadores e calculamos tudo, tim tim por tim tim! Assim, prevemos os desgastes que poderiam ocorrer e reforçamos a estrutura. No final, o elevador é entregue com poucos casos de falha, pois já foi testado durante a obra.

 

Quais os cuidados de segurança?

 

Além de respeitar as orientações dispostas no manual do elevador, é importante que seja estabelecido um contrato de manutenção. Além de ser uma exigência legal, a visita técnica garante que o elevador ande sempre nos trilhos...  :)

 

E aí, gostou da proposta?

 

Veja também: Como medir a produtividade na construção civil?

 

 

Sobre tratar bem as pessoas:

Administradores: Tratar bem os colaboradores faz bem a empresa

Humana Saúde: Tratar bem faz bem e agrega valor 

Jovens Pesquisadores: Amorosidade nas organizações

Please reload

Posts Recentes
Please reload

Escolha por assunto
Please reload

Acompanhe também:
  • LinkedIn Social Icon
  • Facebook Basic Square
Tem alguma sugestão de pauta ou dúvida? Mande pra gente!
(54) 3205.2377

Rua Santo Paese, 81 | B. Santa Catarina, Caxias do Sul - RS

  • Facebook Social Icon
  • LinkedIn Social Icon
  • YouTube Social  Icon