Manutenção de elevadores: serviço ineficiente?

25 Jul 2016

 

Basta uma pesquisa rápida no Google para constatar: a insatisfação com os serviços de manutenção no elevador é grande. 

 

Mas por que esse cenário se repete tanto?

Pesquisamos sobre o assunto para entender os bastidores e encontramos algumas pistas de fatores que tornam a situação mais grave.

 

Quer ver nossas considerações?

 

Fator 1: Falta de conhecimento técnico.

 

Muitos profissionais não sabem lidar com o produto que eles são contratados para instalar ou fazer a manutenção. Mas, de fato, não é algo tão simples quanto parece.

 

Só para ter uma ideia, as fabricantes de elevadores lançam ao menos um modelo diferente por ano. Em duas décadas, são 20 modelos novos no mercado por fabricante, com combinações diferentes de tecnologia.

 

Isto demanda do técnico dedicação, habilidade e experiência para entender as falhas e problemas que o elevador apresenta, mas nem sempre eles estão dispostos e preparados para isso.

 

Outra prática comum do mercado e que dificulta a manutenção é que nem todas as empresas que instalam o elevador deixam o esquema elétrico à disposição do técnico de manutenção, que pode vir de uma empresa terceirizada. Assim, ele demora mais para resolver o problema, pois precisa entrar em contato com a empresa para solicitar maiores informações.

 

Fator 2: Falta de respeito e ética com o morador.

 

Muitas empresas se sustentam em cima da compra e venda de peças de reposição. Logo, um elevador que não dê problema não é interessante para eles, o que leva a uma manutenção pela metade, com problemas mal resolvidos.

 

Recebeu uma proposta de manutenção? O custo fixo mensal está mais caro? Um serviço de qualidade pode estar aí.  

 

Fator 3: Desconfiança do responsável pelo condomínio

 

Esse fator tem relação com os outros dois. Afinal, a gente sente quando tem alguma coisa de errado acontecendo, né?

 

Como há a percepção de que o serviço de manutenção não será feito corretamente, os síndicos acabam optando por não trocar as peças, por pensar que não vai resolver o problema.

 

Quando o relacionamento entre síndico e empresa mantenedora chega neste ponto, não tem jeito: muitos optam por procurar outra empresa para gerenciar a manutenção de forma mais eficiente. E aí o ciclo recomeça.

 

Vistoria, troca de peças... Mas nem por isso a experiência vai se repetir.

Existem empresas sérias e qualificadas trabalhando. Informe-se sobre empresas ou profissionais alternativos! 

 

 

E você, concorda com as nossas considerações? Tem algum palpite do por que o serviço de manutenção pode ser ineficiente? Deixe sua opinião nos comentários abaixo! :)

 

 

Para receber o aviso de novas postagens, cadastre-se em nossa newsletter!

 

 

Outros textos que você pode gostar:

 

1 – Como identificar se está na hora de modernizar seu elevador? 

 

2 – É possível fazer uma modernização por partes? Preciso trocar tudo? 

 

3 – O que é necessário avaliar em uma proposta de modernização? 

Please reload

Posts Recentes
Please reload

Escolha por assunto
Please reload

Acompanhe também:
  • LinkedIn Social Icon
  • Facebook Basic Square
Tem alguma sugestão de pauta ou dúvida? Mande pra gente!
(54) 3205.2377

Rua Santo Paese, 81 | B. Santa Catarina, Caxias do Sul - RS

  • Facebook Social Icon
  • LinkedIn Social Icon
  • YouTube Social  Icon